Tudo sobre resiliência:
o que é como aplicá-la

Como você reage diante de uma situação difícil ou perante uma crise? Quando os problemas parecem te perseguir, você foge deles ou os enfrenta? 

A resposta a essas perguntas é o que vai te ajudar a descobrir se você é uma pessoa resiliente ou não.

Neste texto você descobrir mais sobre o que é resiliência e como ela funciona na prática.

Confira!

Você sabe o que é resiliência?

A resiliência tem a ver com a capacidade humana de lidar com situações problemáticas, superar momentos difíceis. Importado da física, o termo originalmente é utilizado para determinar o quanto determinados materiais conseguem absorver impacto e retornar a sua forma original.

Quando essa definição é transferida para o comportamento humano, a resiliência trata da habilidade que cada pessoa tem para superar adversidades e transformar experiências negativas em aprendizado e oportunidade de melhoria.

Uma pessoa considerada resiliente consegue enfrentar crises, traumas, perdas e inúmeros desafios, utilizando a criatividade para encontrar soluções.

Quem possui resiliência consegue produzir melhor e reage às dificuldade de maneira mais ágil e flexível. O indivíduo resiliente tende a ser mais bem sucedido, pois consegue identificar oportunidades para crescer.

 

Características de uma pessoa resiliente:

  • Autoconfiança;
  • Persistência;
  • Otimismo;
  • Empatia;
  • Criatividade;
  • Inteligência emocional;
  • Flexibilidade.

Como aplicar a resiliência na prática?

Para aplicar a resiliência no dia a dia, é fundamental entender que não se trata de evitar situações estressantes, mas sim saber controlá-las e transformá-las em energia produtiva

O indivíduo resiliente, na maioria das vezes, não age com passividade em relação ao que acontece ao seu redor. Pelo contrário, ele acredita ser o protagonista da própria história

Confira agora 4 dicas de como aplicar a resiliência na prática.

1 – Faça atividade física

Corpo e mente estão intimamente relacionados. Quando se pratica atividade física, o cérebro libera endorfina, dopamina e serotonina, os quais são neurotransmissores que ajudam a reduzir os sintomas de depressão e melhoram o humor. Assim, o indivíduo estará mais preparado psicologicamente para enfrentar problemas.

2 – Saia da sua zona de conforto

Para ser uma pessoa resiliente, é preciso saber aceitar desafios e sair da sua zona de conforto. Procure ir além daquilo que você já está acostumado a fazer. Aprenda novos idiomas, conheça outros países, estados, cidades, se reinvente.

3 – Faça meditação

A meditação é uma forma de adquirir equilíbrio emocional. Por meio dessa prática, é possível ter mais clareza sobre o que acontece à sua volta e mais foco no desempenho de suas atividades cotidianas. Dessa forma, você conseguirá priorizar onde investir sua energia.

Além disso, a meditação permite desenvolver uma visão otimista do mundo, conectando você ao presente, minimizando lamentações sobre o passado e preocupações desnecessárias com o futuro. Isso ajuda a reduzir o stress e te dá mais segurança nas decisões.

4 – Preserve as relações humanas

A última dica para aplicar a resiliência é preservar as relações humanas com amigos, familiares e demais pessoas para as quais você demonstra respeito e admiração mútua.

Passe mais tempo com pessoas resilientes e esteja disposto a aprender com elas. Peça conselhos, dicas ou simplesmente um “ombro amigo”. Se inspira em práticas e comportamentos que deixam essas pessoas mais fortes.

Então, pronto para ser uma pessoa resiliente? Lembre que esse é um processo contínuo. A resiliência tem que ser trabalhada diariamente.

Se você gostou deste artigo, não deixe de visitar o nosso blog; por aqui tem vários outros textos sobre temas que também podem te interessar. Aproveite para curtir a página da Betta no Facebook; sempre tem novidade por lá!

Até a próxima!

 

Texto por Victor Alves
Imagem: Designed by Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *