Maker Space – Fique ligado neste ambiente

Criado em 2005, o termo maker space se popularizou em 2011, quando Dale Dougherty, fundador da primeira publicação especializada em cultura maker, registrou o domínio makerspace.com.

Mas, afinal, o que são esses espaços de ‘fazer’ e o que eles têm a oferecer? Continue com a gente e descubra!

O que é Maker Space?

Como vimos na nossa introdução, o termo maker space já existia desde 2005, mas foi consolidado anos depois pelo norte-americano Dale Dougherty. O co-fundador da O’Reilly Media, editora e organizadora de conferências técnicas e que defende o Open Source e a Web, é um dos principais responsáveis por levar a filosofia do do-it-yourselfpara a tecnologia cotidiana.

Os maker spaces são locais destinados a apoiar, estimular e favorecer a construção de projetos a partir de recursos digitais.

A colaboração é, talvez, a palavra-chave desses espaços. De caráter comunitário, esses locais são dotados de diferentes ferramentas cujo uso é compartilhado por todos.

A maioria dos maker spaces utiliza o sistema de membership, mas também há espaços que aceitam usuários por hora ou que abrem apenas para eventos específicos.

Os maker spaces podem ser utilizados por indivíduos que querem dar forma a uma ideia e, para isso, optam por compartilhar o espaço e as ferramentas. Empresas, associações, escolas, universidades e bibliotecas também fazem uso dos maker spaces.

O objetivo desses espaços é fornecer acesso aos equipamentos necessários para atender aos propósitos da comunidade que os utiliza.

Os maker spaces são locais para fabricação digital tradicional. Lá, o usuário encontra diversas máquinas de produção. Empreendedores, profissionais criativos, curiosos e pequenos negócios podem desenvolver os seus projetos e testar os seus produtos para venda no mercado.

O perfil dos usuários de maker spaces podem ser pessoas comuns que gostam de produzir suas próprias coisas, profissionais que desejam testar certa ideia, crianças e educadores interessados em desenvolver outras formas de aprendizagem.

De um modo geral, pode-se dizer que os maker spaces servem para que a comunidade possa compartilhar experiências e ideias e fornecer os recursos necessários para que os usuários desses espaços possam projetar, prototipar e fabricar determinado objeto.

Fonte: Designed by Freepik

Os maker spaces não só facilitam o acesso a tecnologias e ferramentas como também estimulam a troca de conhecimentos e a sinergia entre os usuários; tudo isso com foco na criatividade e na inovação, apoiando o desenvolvimento de projetos interdisciplinares e colaborativos.

Os 9 princípios do Maker Space

Todas as ações que são praticadas dentro dos maker spaces devem seguir os princípios do Manifesto Maker. Esse documento foi criado por membros da comunidade maker com o objetivo de consolidar e difundir as boas práticas dessa filosofia do fazer.

Portanto, os 9 princípios do Maker Space são:

  • Faça: Todos tem que “botar a mão na massa”, fazer, criar e expressar suas ideias e sentimentos; isso fará com que todos se sintam completos, realizados e felizes.
  • Compartilhe: Tudo o que for feito deve ser compartilhado, inclusive as ferramentas e os demais recursos necessários para dar forma às ideias.
  • Presenteie: Presenteie as pessoas que você gosta com aquilo que você mesmo fez.
  • Aprenda: Utilize os maker spaces para construir um caminho de aprendizagem no decorrer da sua vida e garanta que a sua existência seja produtiva e feliz.
  • Equipe-se: Aproveite o fácil acesso a diversas ferramentas e equipe-se com aquelas que podem ser muito úteis para os seus projetos.
  • Divirta-se: Não leve tudo muito a sério; aproveite esse momento de criação para se divertir também.
  • Participe: Seja participativo e engajado com o movimento maker; divulgue essa filosofia e faça uma propaganda positiva.
  • Apoie: No movimento maker qualquer apoio é bem-vindo, seja ele emocional, intelectual, financeiro, político ou institucional.
  • Mude: Esteja aberto às mudanças e as aceite com naturalidade e otimismo.

Se você gostou deste artigo, dê uma passeada por nosso blog e descubra vários outros textos sobre temas que também podem te interessar. Aproveite e dê um like na nossa página no Facebook; sempre tem novidade por lá!

Até a próxima!

 

Texto por Victor Alves
Imagem: Designed by snowing / Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *