Home Office – Modelo de trabalho Efetivo

Eliminar as várias horas de trânsito entre o escritório e a casa é um sonho de muitos profissionais que devido ao advento e difusão da internet se tornou possível nos últimos anos. O modelo de trabalho conhecido como Home Office, quando realizado dentro de algumas condições, se mostra extremamente interessante para os trabalhadores e para as empresas que adotam o sistema. Há que se pensar em como integrar o trabalho remoto a rotina corporativa com efetividade.

Home Office – A tendência do futuro que já está presente

Empresas de diferentes segmentos vêm aderindo ao modelo Home Office mesmo com as desconfianças que o trabalho remoto ainda carrega. A crise deu um bom impulso para que acontecesse a difusão desse modelo haja vista que muitas companhias precisam adotar um ritmo mais econômico para manter o escritório em funcionamento. A partir do momento em que os colaboradores realizam as suas atividades de casa custos como água, luz, telefone e até com o cafezinho são reduzidos.

Manter uma estrutura operacional para o escritório gera grandes despesas para as finanças das organizações. Os colaboradores por sua vez ganham em qualidade de vida com a flexibilização dos horários de trabalho bem como com a chance de ficar mais tempo com a família sem precisar enfrentar o trânsito caótico dos grandes centros urbanos. Citamos ainda a economia de gasolina, estacionamento e vestimenta que os trabalhadores passam a fazer com esse modelo.

Nos últimos anos a tendência que parecia estar num futuro distante se mostrou mais presente. Estudos recentes demonstram que cresce exponencialmente o número de companhias que desejam adotar esse sistema ainda que parcialmente, com apenas alguns por semana de trabalho remoto. Porém, ainda existe certo grau de desconfiança por parte de empregadores e até mesmo dos familiares dos profissionais que escolhem seguir por esse caminho.

 

Fonte: Designed by rawpixel.com / Freepik

Como ter modelo de Home Office efetivo

Os gestores que estão lendo esse artigo com o intuito de adotar esse sistema para a sua companhia encontrarão abaixo dicas de como torna-lo mais eficaz. Quando se tem um bom planejamento e regras claras não há porque essa ideia dar errado.

– Canal de comunicação entre o colaborador e a empresa

Trabalhar em casa não significa trabalhar sozinho, apenas que os componentes da equipe estão em lugares físicos diferentes. Para manter essa percepção ativa é fundamental que haja um canal de comunicação oficial (ao invés de ter vários métodos para conversar é melhor eleger que pode ser desde um grupo no WhatsApp até um sistema de chat com os colaboradores). O gestor deve incentivar que os membros da equipe troquem ideias e experiências no decorrer do expediente.

– Definição da flexibilização ou não de horários

O modelo Home Office pode manter o horário comercial como o período de expediente ou então permitir que os funcionários realizem as suas atividades quando acharem mais adequado, tudo depende da atividade da companhia e do impacto dessa escolha. O mais importante é que se estabeleça que os indivíduos deverão entregar os resultados dentro do cronograma previamente estabelecido. Trabalhar em casa não é sinônimo de fazer menos, ao contrário espera-se que a produtividade aumente com a qualidade de vida.

– Incentivando momentos off-line

Citamos o quanto a comunicação entre os membros da equipe é importante no modelo Home Office, no entanto, é interessante incentivar os colaboradores da sua empresa a ter alguns momentos da sua rotina off-line, isto é, sem a interferência de telefone, e-mail, WhatsApp entre outros. Estando em casa é mais fácil conseguir essa desconexão, pois no escritório não seria possível desligar o telefone da mesa, não é mesmo?

– Benefícios conquistados com o tempo

Uma estratégia que muitas organizações vêm empregando com os seus funcionários para mantê-los focados no trabalho mesmo no sistema Home Office é oferecer esse benefício em etapas. No começo se concede um ou dois dias para que o profissional atue de casa. Assim o colaborador percebe o quanto pode ser vantajoso não precisar enfrentar o trânsito.

Conforme o tempo for passando e os resultados sendo conquistados a empresa pode aumentar os dias que o profissional pode trabalhar de casa. A ideia é que o empregado entenda como um benefício que está sendo concedido devido a sua capacidade de organização.

 

Fonte: Designed by rawpixel.com / Freepik

Vantagens do trabalho Home Office

Abaixo listamos algumas das principais vantagens para as empresas que adotam o sistema Home Office.

– Aumento de produtividade

No modelo tradicional de trabalho é comum que muitos profissionais já cheguem cansados ao escritório, pois enfrentaram um trânsito parado por horas ou um ônibus cheio. Quem pode trabalhar sem sair de casa não passa por esse estresse além de ter algum tempo a mais para dormir. Naturalmente a produtividade tende a aumentar, algo bastante positivo para as organizações.

– Queda do absenteísmo

A adoção do modelo de Home Office faz com que seja reduzida significativamente a taxa de absenteísmo, isto é, de ausências no trabalho. A conquista da flexibilização do seu horário de trabalho faz com que muitas pessoas se dediquem com mais afinco as suas rotinas profissionais. Com o aumento de qualidade de vida são reduzidos também os episódios de doenças.

– Queda da taxa de turnover

No âmbito dos recursos humanos o termo turnover é bastante utilizado para se referir a substituição de profissionais seja por demissões (voluntárias ou não) ou por outras situações como aposentadoria, por exemplo. As companhias que passam a oferecer a possibilidade de que os profissionais trabalhem em casa garante uma redução da rotatividade. Os colaboradores têm menos vontade de sair e com isso vários custos que novas contratações envolvem são evitados.

Definindo padrões de segurança

Para quem está se perguntando se os escritórios convencionais deixarão de existir a resposta é não. Espaços corporativos permanecerão ativos, no entanto, o número de empresas que terá a opção Home Office será bem maior daqui dois ou três anos. A expectativa é que nesse período sejam planejadas novas modalidades de segurança para dados assim como tecnologias que permitam que os colaboradores interajam com mais facilidade mesmo estando a distância.

Gostou de saber um pouco mais sobre o modelo Home Office aplicado a um contexto corporativo eficiente?

 

Texto por Marillyn Damazio
Imagem: Designed by rawpixel.com / Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *