Diferença entre Cooperação e Colaboração

Num momento em que a palavra colaboração está tão em alta pode parecer curioso que muitos gestores não saibam diferenciá-la de cooperação. Algo muito comum é observar situações em que os gestores estão sendo plenamente cooperativos, mas não necessariamente colaborativos colocando em risco os resultados finais dos projetos.

Atualmente, as empresas precisam ter a capacidade de realizar um trabalho colaborativo com a participação de diferentes setores. A seguir você poderá entender melhor qual é diferença entre cooperação e colaboração tornando o trabalho da sua companhia mais assertivo.

Cooperação x Colaboração

Muitas pessoas confundem ser cooperativo com ser colaborativo e embora os dois comportamentos sejam relevantes é essencial que se faça a devida distinção. Participar de reuniões de outros setores e dividir informações são ótimos exemplos de cooperação, mas não significam que você esteja realizando um trabalho colaborativo.

Já faz algum tempo que diversas empresas vêm adotando um estilo de trabalho cooperativo, esse conceito vem sendo difundido como base para o bom clima organizacional. O grande problema é que gestores e membros de equipe podem achar que basta adotar uma conduta agradável e solícita quanto ao fornecimento de informações para ser colaborativo.

É relativamente fácil propor a realização de um projeto interdepartamental em que cada setor cumpra sua parte em entregar etapas e compartilhar informações. Porém, ainda é bastante complicado conseguir que as partes se comprometam a trabalhar em conjunto. Chegar a uma situação em o trabalho de um complemente o de outro ainda parece um sonho distante. Contudo, não precisa ser dessa forma, basta saber como colaborar.

Afinal, qual é a diferença entre cooperação e colaboração?

Dizer sim para os pedidos dos colegas é importante, mas não o suficiente para demonstrar um engajamento verdadeiro com o resultado final, isso é ser cooperativo. Cooperar significa cumprir sua parte para que os demais possam fazer o mesmo chegando ao resultado esperado. Colaborar é mais do que isso significa se preocupar em entender todo o processo encontrando maneiras de fazer com que a sua parte tenha um impacto ainda mais positivo para os demais.

Empresas em que não existe a preocupação de que todos os funcionários saibam quais são seus objetivos tem grandes chances de se perderem pelo caminho haja vista que o colaborador X pode não saber exatamente como executar sua parte para que o colaborador Y possa fazer seu trabalho com mais assertividade. Comunicação ativa entre os setores é o que faz a diferença para que haja um trabalho sólido e eficiente.

Entendendo a diferença de cooperação e colaboração na prática

Para que fique mais clara a diferença entre esses dois conceitos e como ela pode impactar nos bons resultados de uma companhia vamos dar um exemplo prático. Imagine que a empresa Z atua no segmento de computadores e tem como principal característica entregar para os consumidores as principais inovações em termos de bom desempenho.

Essa companhia precisa que os departamentos de Pesquisa e Desenvolvimento, Design, Produção e Marketing trabalhem em conjunto para lançar antes dos seus concorrentes uma máquina da próxima geração tecnológica. Um projeto complexo como esse envolve vários processos que são determinantes para o seu sucesso ou fracasso. As equipes desses setores devem realizar um trabalho colaborativo e não apenas cooperativo para que possam alcançar a meta.

O departamento de pesquisa é responsável por verificar quais são as necessidades que os usuários de computadores de última geração têm nesse momento. Em conjunto com o setor de Produção, P&D, precisa alinhar as demandas com as possibilidades que a empresa Z tem para fabricar o produto. Em paralelo a isso o departamento de Design deve pensar em como alocar a tecnologia desenvolvida pelos outros setores num visual atraente e prático para o dia a dia dos futuros consumidores.

O departamento de marketing precisa saber como desenhar as estratégias de distribuição e venda desses computadores. Mais do que repassar dados é crucial que esses departamentos trabalhem juntos, a ideia que se deve propagar é a de que existe um projeto único que é de responsabilidade de todos. Além de aumentar a motivação dos seus funcionários essa tática permite que sejam encontradas soluções mais inovadoras.

Incentive a colaboração por meio de atitudes

Para ajudar a fazer com que o conceito de colaboração seja fortalecido dentro da sua organização é relevante oferecer bases para que os funcionários desenvolvam esse comportamento em seu dia a dia. Promover mais situações em que os setores conversem entre si e tenham a necessidade de atuar de verdade em conjunto é o primeiro passo para que a cooperação possa caminhar lado a lado com a colaboração.

Apresentar a distinção entre os conceitos para os funcionários e permitir que eles vivenciem na prática projetos colaborativos é uma forma de alcançar resultados melhores a longo prazo e também de fortalecer o relacionamento entre os envolvidos. A tendência do mercado é promover cada vez mais a colaboração, quem não conseguir se adaptar pode ficar pelo caminho.

Você já pratica a colaboração na sua empresa?

 

Texto por Marillyn Damazio
Imagem: Designed by vectorpouch / Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *