Internet: Meio Século de Inovação e Mudança no Estilo de Vida

Pode parecer difícil de acreditar, mas a internet comemorou 50 anos de existência no dia 29 de outubro de 2019. Embora para as pessoas em geral esse sistema de comunicação esteja disponível há menos tempo a sua criação remonta ao ano de 1969. Militares e cientistas dos Estados Unidos perceberam a necessidade de ter uma forma mais prática e segura de trocar informações mesmo em meio a uma guerra.

Do momento de sua concepção até os dias de hoje, a internet, cresceu e evoluiu nos fazendo perguntar como nossos antepassados viveram sem essas facilidades. Continue lendo para conhecer melhor a história do desenvolvimento da internet e para entender quais mudanças significativas em termos de estilo de vida ela proporcionou.

Como a internet foi criada?

Inicialmente chamada de Arpanet, a internet, foi desenvolvida nos EUA no ano de 1969. Os militares norte-americanos perceberam a necessidade estratégica de contar com um sistema que permitisse a troca de informações entre eles próprios e também cientistas mesmo que a Guerra Fria se tornasse uma guerra de verdade com a realização de bombardeios comprometendo a infraestrutura do país.

Foi em 1969 que o primeiro e-mail foi enviado por um professor da Universidade da Califórnia a um amigo também professor em Stanford. A Arpanet pertencia ao Departamento de Defesa dos EUA e até o início da década de 1980 foi restrita ao país. Nesse meio tempo, entre sua criação e a abertura para novos países. A partir de 1982 a internet (já com esse nome) chegou a outros países como Suécia, Dinamarca e Holanda.

Por pelo menos duas décadas a rede foi utilizada somente pelos meios acadêmico e científico sem ter seu verdadeiro potencial percebido. Foi somente em 1987 que o uso comercial da internet foi liberado nos EUA e em 1992 já existiam algumas empresas provedoras de acesso. Também em 1992 foi criada a World Wide Web pelo Laboratório Europeu de Física de Partículas (Cern), algo que permitiu o acesso a qualquer pessoa.

Acesso à internet: A vida não foi mais como antes

Responda sinceramente: você imagina a sua vida atual sem internet? Quando você ouve um termo que não conhece corre digitar ou fazer uma pesquisa por voz no Google. Em poucos segundos já sabe o que a palavra significa e em quais contextos pode ser utilizada. O mesmo vale para aquele momento em que você está com fome e precisa encontrar um restaurante próximo ou quer pedir delivery sem ter que ligar para o fornecedor.

Em diversos momentos nossa vida cotidiana é amplamente facilitada pela existência e funcionalidade da internet. A seguir vamos fazer uma pequena reflexão sobre algumas coisas que mudaram radicalmente com a difusão da nossa amiga de meio século, a internet.

– Fazer pesquisas

Quem foi estudante até pelo menos metade da primeira década dos anos 2000 sabe que fazer trabalhos escolares não era tão simples. Os estudantes que não tinham enciclopédias em casa precisavam ir a bibliotecas para pesquisar os temas dos trabalhos em livros. Em alguns casos as fontes de pesquisa eram escassas reduzindo as chances de entregar um trabalho completo.

Hoje em dia, basta digitar um termo no Google para encontrar uma ampla variedade de páginas com conteúdo inclusive sobre temas bastante específicos. Pesquisas com respostas na palma da mão melhoraram também o acesso a informações relevantes acerca de prevenção de doenças, de melhora da qualidade de vida e sobre o mundo de maneira geral. Você pode ver fotos do Japão em segundos com a ajuda de um buscador como Google ou Yahoo, algo inimaginável há algumas décadas.

– Facilidade de comunicação

Com a difusão do uso da internet ficou muito fácil ter contato com os familiares e amigos, mesmo aqueles que moram longe. Porém, no começo do uso doméstico da internet não era bem assim. Existiam alguns programas de envio de mensagens como o ICQ, mIRC e o famoso MSN, mas o acesso a web dependia de algumas condições para boa parte das pessoas como se conectar nos momentos de menos custo (depois da meia noite ou nos fins de semana) e ter paciência para discar.

Nos dias de hoje mesmo quem tem um pacote simples de dados 3G consegue mandar mensagens fora de casa a qualquer hora. Na década de 1990 certamente era bem difícil imaginar que no novo século seria possível gravar áudios num aplicativo como WhatsApp e conversar por vídeo usando seu celular.

Fonte: Designed by rawpixel.com / Freepik

– Redes sociais

Praticamente todo mundo tem pelo menos uma rede social nos dias de hoje, perfis no Instagram, Facebook, Twitter entre outros permitem ao usuário mostrar um pouco mais da sua vida para os seus seguidores bem como se informar sobre notícias e a até fofocas dos famosos.

Se antes era necessário iniciar o dia com a leitura de jornais físicos ou ir a banca de revistas mais próxima para saber o destino daquele personagem querido da novela, atualmente, é possível receber e enviar links para seus amigos e/ou seguir os perfis noticiosos. Com um perfil de rede social você pode inclusive reestabelecer o contato com seus amigos da escola ou da faculdade.

Fonte: Designed by rawpixel.com / Freepik

– Lojas virtuais

Você comprou alguma coisa pela internet no último mês? Bem provavelmente sim, atualmente, as compras online são bem comuns e facilitam o acesso a produtos para pessoas que não tem tempo de ir pessoalmente as lojas. Além disso, é possível fazer pesquisas completas de preços encontrando as melhores alternativas do ponto de vista custo e benefício, viva os comparadores de preços!

Uma curiosidade é que a primeira venda online aconteceu em 11 de agosto de 1994 através de um site chamado NetMarket, o primeiro a ter um sistema seguro de pagamento por cartão de crédito. A página foi criada por um grupo de formandos da universidade britânica LSE com destaque para Daniel Kohn que se tornou célebre. O primeiro produto comercializado foi um CD “Ten Summoner’s Tales” do cantor Sting, o comprador foi Phil Brandenberger residente na Philadelphia.

– Negócios disruptivos

Você sabia que a Netflix, uma das pioneiras do serviço de streaming, entrou no mercado alugando DVDs em 1997? A empresa tinha uma proposta diferenciada em relação aos seus concorrentes, pois enviava os DVDs pelo correio para os seus clientes nos Estados Unidos. Com o passar do tempo a companhia percebeu que poderia aumentar o seu alcance de mercado seguindo para a criação de uma plataforma de streaming. Não há como negar que o streaming é um negócio disruptivo haja vista que mudou completamente o mercado de acesso e consumo de filmes e séries.

Hoje em dia, a Netflix e outras empresas oferecem a possibilidade de assistir a uma ampla variedade de filmes e séries na hora que você quiser e na sequência que desejar. O melhor é não precisar rebobinar para devolver a fita, não é mesmo? Além disso, há muito conteúdo gratuito disponível em plataformas de vídeo como o YouTube, o destaque fica para os canais voltados para os mais variados segmentos indo de tutoriais de maquiagem a novelas criadas especialmente para o meio.

Curiosidade

A Netflix ainda oferece o serviço de entrega de DVDs para mais de 4 milhões de pessoas nos Estados Unidos. Tem inclusive um aplicativo dedicado somente ao público que aluga DVDs. É possível ser vintage…

Gostou de pensar em como a internet mudou o seu estilo de vida? Deixe seus comentários abaixo!

 

Texto por Marillyn Damazio

Imagem por: Designed by Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *