FoMO (Fear of Missing Out): O que é e como pode atrapalhar a sua produtividade

Como você se sente quando está numa situação em que não pode conferir as atualizações das redes sociais em tempo real? Se essa impossibilidade de permanecer vidrado na tela do smartphone gera um grande incômodo na sua vida saiba que você pode estar sofrendo de FoMO (Fear of Missing Out), em tradução para o português significa algo como ‘medo de ficar de fora’. Continue lendo para entender melhor o conceito e como ele pode estar prejudicando a sua rotina.

FoMO (Fear of Missing Out): O que é?

FoMO nada mais é do que a necessidade de estar o tempo conectado aquilo que outras pessoas estão fazendo. O termo foi usado pela primeira vez no ano 2000 (esse já era um problema consistente na virada do século) por Dan Herman, estrategista de marketing. Com a popularização das redes sociais essa necessidade de hiperconexão cresceu assustadoramente.

Tornou-se possível saber o que seus amigos estão comendo no almoço, como foi a festa de natal de um primo distante entre outros. Para muitas pessoas se tornou quase uma tortura ficar a parte desse universo de compartilhamento de conteúdos pessoais. É como se o fato de não olhar o celular com certa frequência fizesse com que os indivíduos estivessem perdendo algo de grande relevância para as suas vidas.

Embora FoMO não seja considerado doença ou transtorno pode evoluir para um quadro de depressão ou ansiedade. O constante sentimento de angústia de estar excluído de algo importante por não estar online pode ser muito nocivo para o equilíbrio mental e emocional das pessoas.

Como o FoMO pode atrapalhar a produtividade?

O desejo de ficar sempre atualizado com as principais postagens e mensagens faz com que muitas pessoas tenham dificuldades de manter a sua produtividade. Desviar os olhos da planilha do computador para o Facebook ou Instagram no smartphone pode fazer com que você perca um tempo precioso. Além do tempo dedicado a conferir a atualização é válido mencionar a quebra de atenção gerada por esse ato.

Ao ouvir o celular apitando para indicar uma nova mensagem no WhatsApp ou um comentário na sua postagem do Facebook você perde o raciocínio que estava engendrando e logo deixa de produzir com a mesmo eficiência. Ressaltamos que não é só no trabalho que esse tipo de comportamento acarreta em perdas. Você já parou para pensar em quantos livros poderia ler ou quantos cafés poderia tomar com amigos se simplesmente ficasse menos tempo nas redes sociais?

Fonte: Designed by slidesgo / Freepik

Quais são os principais sintomas de FoMO?

Antes de qualquer coisa é fundamental deixar claro que se você desconfiar que está sofrendo de FoMO deve procurar um especialista como um psicólogo, pois somente um profissional poderá fazer o diagnóstico. Porém, alguns sintomas – facilmente identificados pelo indivíduo e pelas pessoas que o rodeiam – podem ajudar a situar a questão.

Os sintomas mais destacados de um quadro de FoMO são:

– Extrema angústia quando precisa ficar sem usar o celular por algum tempo;

– Atualizações muito frequentes de redes sociais;

– Muitas horas dedicadas a acompanhar as atualizações do feed;

– Sinais de depressão;

– Dificuldade de concentração em reuniões sejam de trabalho ou com os amigos;

– Sofrimento por se sentir excluído de alguma interação digital;

– Dificuldades de realizar atividades corriqueiras de trabalho.

Dicas para evitar o FoMO

Agora que você sabe o que é FoMO e como pode atrapalhar a sua produtividade vai gostar de conferir dicas de como se tornar menos conectado ao mundo virtual e mais antenado com o mundo real. Saiba como evitar que a interação nas redes derrube o seu bom desempenho.

– Redução de tempo online

A primeira medida para combater o FoMO é diminuir o tempo dedicado as redes sociais. Você pode inclusive usar a tecnologia a seu favor para te ajudar a fazer esse controle, apps como o Moment soam alarmes quando o tempo previamente estabelecido para navegar é ultrapassado.

– Use o tempo com sabedoria

Aproveite o tempo recuperado do uso indiscriminado de redes sociais para realizar atividades que sejam prazerosas como encontrar amigos para tomar um café, iniciar um novo projeto profissional ou até para ler um bom livro. Pode até não parecer, mas todos aqueles minutos que você dedica as redes sociais somados geram horas de procrastinação.

– Convide pessoas próximas a entrar no detox digital

Já percebeu como é bem mais fácil se manter numa dieta ou num plano de economia financeira quando as pessoas a sua volta também estão engajadas? Pois, com o detox digital não é diferente. Converse com seus colegas, amigos e namorado(a) para diminuir o tempo dedicado ao virtual e aumentar o tempo das realizações reais.

– Dê mais importância à vida real

O número de pessoas descontentes com suas próprias vidas após observar os posts daqueles que as rodeiam é bastante expressivo. Contudo, se deve ter consciência de que boa parte das pessoas posta somente os bons momentos deixando os momentos de dificuldade off-line. Você mesmo com certeza faz isso, não é mesmo? Então valorize mais as conquistas da vida real e tente diminuir o tanto que compartilha.

Fonte: Designed by Freepik

– Ficou ansioso? Respire fundo!

No processo de redução do tempo online certamente você passará por momentos de ansiedade. Quando sentir que está sofrendo por não poder ficar online respire fundo e tente relaxar. Desvie seu foco para outra atividade e esqueça um pouco seu smartphone.

Gostou de saber o que é FoMO? Você sofre com essa condição? Deixe seus comentários abaixo!

 

Texto por Marillyn Damazio

Imagem Designed by slidesgo / Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *