A Importância de Times Heterogêneos
e como Criá-los

O tema de Diversidade & Inclusão (D&I) tem sido cada vez mais abordado no contexto corporativo, porém, nem sempre com o viés dos ganhos que se pode ter com a formação de times heterogêneos. Num momento em que vivemos numa sociedade muito mais plural é imprescindível contar com visões diferentes internamente. Quanto mais amplo o leque de bagagens e conhecimento se tem dentro da organização mais oportunidades de criar inovações surgem.

A partir do momento em que todos os membros de uma equipe tem origem em contextos semelhantes e questões culturais/sociais próximas se perde a possibilidade de ter uma visão contrastante que poderia fazer com que a sua companhia se destacasse em seu segmento. Mas, afinal qual a importância de ter times heterogêneos e como formá-los?

Diferenças devem ser buscadas

Nenhum indivíduo é igual ao outro, pois a forma como enxergamos o mundo depende do conjunto de experiências que nos levou até o momento presente. Porém, com certeza há indivíduos que tem conjuntos de experiências mais parecidos com os nossos do que outros. Quando uma organização está montando uma equipe tem mais a ganhar se optar por unir conjuntos de experiências contrastantes.

Contudo, essa é uma ideia que não tem sido muito utilizada no mercado de trabalho, em especial no setor de tecnologia. Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos chegou a conclusão de que esse segmento é formado por cerca de 95% de homens brancos. A formação de equipes heterogêneas deve considerar questões como aspectos físicos, de gênero, de classe social, de viés político e comportamentais.

Times heterogêneos:

Lançando olhares inovadores para o mercado

Inicialmente pode parecer confuso reunir em equipes pessoas tão divergentes entre si, porém, é exatamente a criação desses pontos de diferença que darão origem a soluções que abranjam mais públicos. A grande questão é que dificilmente pensaremos a respeito daquilo que nunca vivemos.

Como exemplo cito o engenheiro sênior da Microsoft, Ted Hart, responsável pela ideia da funcionalidade “voice to text” (transcrição de conversas) para o Skype que deu origem a tradução simultânea para 68 idiomas, um grande diferencial. O detalhe é que Ted é surdo, logo essa é uma demanda que existia sob o seu ponto de vista, mas que talvez não passasse pela cabeça dos colegas.

Vantagens de ter um time heterogêneo

Empresas que buscam pela equidade de gênero e pelo fim de preconceitos enraizados há décadas estão mais preparadas para o futuro e apresentam muito mais vantagens competitivas em seu segmento. A seguir vamos apresentar as principais vantagens de ter equipes formadas por pessoas com diferenças acentuadas entre si.

– Vieses diferentes que resultam em inovações

O exemplo que mencionamos acima de Ted Hart é perfeito para entender esse tópico, se todos os membros da equipe têm vivências semelhantes não será possível ter acesso a diferenças significativas de pensamento que resultem em inovações em seu setor. As barreiras físicas ou sociais não devem ser vistas como pontos negativos, ao contrário são propulsores para realizações incríveis.

– Representatividade de públicos consumidores

O ser humano tende a assumir um comportamento de porta-voz daqueles que tem problemas semelhantes aos seus. No âmbito profissional isso não é muito diferente, os colaboradores com perfis distintos tendem a se tornar a voz dos grupos a que pertencem de maneira a contribuir para que o produto/serviço da sua organização seja mais diverso.

– Aumento da lucratividade

Se os seus produtos/serviços atendem mais pessoas obviamente irão vender mais gerando mais lucros para a sua companhia. Porém, não é somente no quesito de criação de soluções de produtos que a heterogeneidade influencia, ela também pode impactar a gestão de pessoas e da própria administração.

– Troca de experiências

Para algumas pessoas pode parecer assustador conviver com indivíduos com pontos de vista discrepantes dos seus, porém, é na realidade uma das experiências mais ricas que se pode ter na vida, pois permite ter contato com vivências sobre as quais nem se teria conhecimento de outra maneira. Há um crescimento individual e da companhia como um todo nesse tipo de experiência.

Como criar times heterogêneos

Para te ajudar a aplicar o conceito da heterogeneidade na sua companhia vamos apresentar dicas de como criar essas equipes com perfis diferentes.

– Diversidade e inclusão devem fazer parte da cultura organizacional

Para que os membros dos times heterogêneos consigam desenvolver um trabalho coeso entre si e que apresente bons resultados é crucial que exista um ambiente interno propício para isso. A sua companhia deve aplicar na sua cultura organizacional o conceito do bom trabalho realizado com foco na diversidade e inclusão. Algumas barreiras culturais de preconceito ainda precisam ser derrubadas.

– Atenção à forma como as vagas da sua companhia são divulgadas

Assim como um texto publicitário é desenvolvido pensando no público que deverá ser impactado acontece com o texto descritivo de vagas de trabalho. A forma como as vagas e o ambiente da empresa são descritos pode tornar o anúncio focado em apenas um público.

Por exemplo, algumas organizações passam a ideia de ambientes muito focados em tecnologia e com perfil mais jovem perdendo a possibilidade de agregar a experiência de profissionais com mais experiência. Pode ser também que algum detalhe do texto esteja afastando mulheres, negros ou o público LGBT+.

– Use processos mais equitativos para as contratações

Após a chegada dos currículos dos candidatos a uma vaga é natural que seja feita uma seleção para a realização de entrevistas presenciais. Companhias que desejam contar com quadros mais diversos devem optar por sistemas de seleção mais equitativos com focos em questões técnicas, por exemplo. Quando se faz uma análise de perfil é bem possível que preconceitos (que muitas vezes nem sabemos que temos) se manifestem.

Se você está pensando que a sua organização nem recebe os currículos de perfis diferenciados fique atento aos parceiros para a oferta de vagas. A sua companhia pode contar com sites, ONGs e outros canais focados em públicos específicos.

– Atenção para os critérios de promoções

O conceito de diversidade e inclusão não deve ficar restrito somente aos cargos mais baixos da hierarquia. Para evitar que as escolhas para ocupar cargos mais altos estejam carregadas de ideias preconcebidas indicamos o desenvolvimento de métricas objetivas. A avaliação deve levar em conta quem são as pessoas mais preparadas para o cargo independente de ser o que se entende como ‘a pessoa ideal’ ou não.

A formação de times heterogêneos garante que a sua empresa esteja pronta para assumir um lugar de destaque no mercado, mas lembre-se que é essencial praticar aquilo que se prega. A heterogeneidade não pode se tornar apenas uma bandeira, precisa ser uma realidade cotidiana.

Texto por Marillyn Damazio
Imagem: Designed by vectorpouch / Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *