A Importância da Marca Pessoal
para quem está Iniciando a Carreira

Num momento em que o mercado está bastante competitivo é fundamental atribuir o devido valor para o seu principal ativo, a sua marca pessoal. Já se foi o tempo em que ter um curso superior e fluência em idiomas como inglês e espanhol representavam garantia de contratação. As empresas estão em busca de profissionais que tenham capacidade de se adaptar a profissões que nem existem ainda e algo que considerem especial.

Saber como construir uma imagem profissional sólida é crucial para ser observado com atenção num verdadeiro oceano de outros profissionais tão ou mais capacitados que você no âmbito técnico. O que você posta em suas redes sociais e a forma como impacta positivamente as pessoas da sua rede contribui para que sua carreira seja mais ou menos bem-sucedida. Tudo isso está dentro do escopo do Personal Branding, a marca pessoal.

Você: Uma marca

Enquanto estava na faculdade ou na pós-graduação você se perguntava por que deveria ser a opção escolhida por uma companhia num processo seletivo? Se nunca pensou sob esse viés saiba que chegou o momento, pois esse é o primeiro passo para construir uma marca pessoal forte que te ajude a não passar despercebido. A quantidade de pessoas que possui qualificações parecidas com as suas é inacreditável, então saiba como se destacar sendo uma opção mais interessante para um eventual contratante.

A partir da compreensão de que você é uma marca fica mais simples delinear estratégias para ter mais chances no mercado. Para consolidar uma marca no mercado é importante fazer investimentos que trarão resultados a médio e longo prazo. Isso significa ter capital para injetar na companhia sem precisar que ele retorne brevemente. Levando isso para o âmbito da marca pessoal significa ter como fazer cursos, adquirir experiências – como morar fora ou fazer um estágio numa grande organização – aumentar sua bagagem cultural entre outros.

Seja relevante

Ser um profissional relevante nada mais é do que ser alguém que faz a diferença e está pronto para enfrentar os novos desafios que surgem diariamente. O universo corporativo muda numa velocidade impressionante, em especial devido ao advento e difusão da tecnologia, que possibilitou uma conectividade ampla e uma incessante troca de informações.

O que tornava um profissional desejado pelo mercado há 30 anos já não corresponde ao cenário atual. Mais do que um profundo conhecimento a respeito da sua área de atuação, o profissional, deve saber como utilizar as ferramentas que possui para construir soluções.

Informação todo mundo tem acesso nos dias de hoje, porém, nem todos a utilizam da mesma forma. Aqui entra o famoso “menos é mais”, num mundo de excessos – de informação, de comunicação, de poluição sonora e visual etc – ser alguém que faz a diferença é o que torna a escolha perfeita para os recrutadores.

Dicas para construir a sua marca pessoal

Agora que a importância de ter uma marca pessoal forte já no começo da carreira ficou clara chegou o momento de conferir dicas para se tornar um profissional mais relevante para o mercado.

– Autoconhecimento

Quando você estiver chegando ao mercado encontrará muita competição e nem sempre será leal, nessas situações a melhor ferramenta para utilizar é o autoconhecimento. Somente sabendo quais são seus pontos fracos e fortes será possível reagir com assertividade. Não considerar os seus próprios impulsos pode gerar situações difíceis de apagar do seu currículo.

– Desenvolva seus potenciais

Após ter autoconhecimento será possível identificar suas potencialidades para se tornar um profissional mais desejado pelo mercado. Todo mundo tem alguma habilidade que pode se tornar a sua aliada para se destacar diante dos concorrentes. Aqui também vale a dica de investir em si mesmo e não esqueça que investimento nem sempre quer dizer dinheiro. Você pode investir tempo e atenção para a construção da sua marca.

– Cuidado com a internet

As fotos de balada ou fazendo pose em frente ao espelho do banheiro podem se tornar desabonadores da sua conduta profissional. Muitas empresas usam as redes sociais dos candidatos a uma vaga como um critério para determinar quem tem mais chances de se adequar ao ambiente corporativo. Se antes os profissionais se preocupavam somente em escolher uma boa roupa para a entrevista, hoje em dia, é essencial passar um pente fino em suas postagens de tempos em tempos.

– Seja um influenciador para a sua rede

Influenciador digital não é só aquele que tem milhões de seguidores nas redes sociais, mas sim toda e qualquer pessoa que causa um impacto positivo em quem a acompanha. Os perfis do Facebook, Instagram, Twitter e outros já fazem parte da realidade atual e a função que você dá para eles pode se tornar uma ferramenta de promoção ou de limbo profissional.

Pessoas que usam suas redes apenas para reclamar ou disseminar posicionamentos polêmicos tendem a ter menos chances de contratação do que pessoas que aproveitam o espaço para iniciar diálogos e divulgar algo positivo que fazem em suas vidas. Passar uma mensagem que influencia em algo bom quem te segue ajuda a fazer de você um indivíduo marcante.

Como você tem desenvolvido a sua marca pessoal?

 

Texto por Marillyn Damazio
Imagem: Designed by vectorpouch / Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *